Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
dialetos ewe-fon
dialetos ewe-fon

abóbó: ferecida as Aveji-Da que consiste em feijão fradinho cozido até virar uma pasta, em que se coloca um refogado feito no azeite de dendê.

Adanto (adôntô) - Furioso

Adido (adidó)  –  Urina

Atínmɛvódún: voduns Grupo vivendo em uma árvore.

Axijɛkpé: Cerimônia de Funeral em Mahin.

Adidoe (adidôê) – Tronco de árvore.

Adjalalezin (adjalálêzim) - Água recolhida dIdeloemy- A bença. Seconsunaponse - Resposta (bença).

Daomeano (daômêano) – Pessoa nascida em Dahomey, escreve-se também dahomeano ou daometanos.

A - você (informal)

Aba  (abá)  –  Esperança

Aba defe (abá dêfê) – Folhagem.

Abi  (ábî) – Ferida, golpe, chaga.

Abiee (abiêê) - Perdão

Ado (adô)  - Tripas

Adonun (adônum) - Oferecer comida, comer

Adonunto (adonuntô)  – Não quero comer; resposta à expressão adonun.

Adu ( adú)  –  Dente

Afemelan (áfêmélâm) - Animal doméstico

Afo (afô) - Pé

Afoman (afômam) - Sakpata - Vodum guerreiro. Conta o mito que esse Vodum derrota os inimigos enviando-os as doenças de ossos.

Afopa (afôpá)  –  Sandália, chinelo, sapato.

Afopararô (afôpâlalô) - Sapateira

Afopatatochuhe (afôpatatotchurrê) – Sapataria.

Afoquedói (afôguêdôi)  –  Meias

Afovi (afóvi)  -  Dedos dos pés

Agadome (agadomê) - Toalhas, panos da Costa

Agam nuto (agan nûtô)   –  Bêbado

Agama (ágâma) – Camaleão.

agon'tin (agontim) - Coqueiro 

Agrusa (agrussa) - Porco, leitão

Ahikun (arricum)  –  Feijão

Ahisu (arrisú)  - Cabeça interna.

Ajeberu (ajêbêlú) - Saudação ao Vodum Sakpata

Agué beno beno atabirikó - saudação do vodun agué

Abela (abêlá) - vela

Afoku (afóku) – Acidente, desgraça, infortúnio. 

Ago nu kwe (agô no qüê) - Pedindo licença

Agôabô (agôabô)  –  Carneiro

Ahan (arram)  –  Bebida alcoólica, beber

Ahwin (arrú-ím) - Nome do Vodum (orunko, digina). No Brasil diz-se 

Aidji (aidji)  - Coração

Aigbona (aibôná) - Frio, não quente (Ai = não + Gbona = quente).

Aighy (aigri)  -  Pedras que representam os excrementos de Dan e são deixadas por ele no chão, à sua passagem;  dizem que elas valem peso de ouro.  Um mito nos conta que os excrementos de Dan transformam os grãos de milho em búzios.

Aihum e (airrum ê)  –  Destino, odu.

Aikunguma (aicungumam) –  Terra, solo, chão  - No culto dos Voduns,  Nohê Aikunguman é a base de tudo que é fundamento.  Acredito que somente Aikunguman pode sustentar uma base sólida para apoiar e firmar um templo de Voduns

Ainon. (ai-nom) – “Senhor da terra” se referindo a sakpata

Ahosu Soha (arrôssu sôrrá)  -  Fundador de Savalu.

Ansin (ansim) – Aranha.

Anukun (anucum)  –  Olhos

Anun (anum) - Boca

Anyi (anií) - Abelha

Apakou (apâcou)  -  Gamela

Aparada (aparadá)  -  Sakpata -  Vodum que mora nos formigueiros.  Pune os homens errados, se tranformando em formiga vermelha  atacando-os.  Anda sempre ao lado de seu irmão  Azauani.

Apatan (apatam) - Abrigo coberto de palha

AtinVodun (atimvodum) – Assentamentos feitos em árvores sagradas. 

atinvu (atinvu) - Planta pequena 

Aveji Da (avêjidá) –  Deusa dos ventos e tempestades.  Todas as Voduns do panteão dessa deusa são conhecidas por esse nome, inclusive Oya em território daomeano

Azam (azam) - Esteira de palha

Azan (azã)  Franjas de folha de palmeira desfiadas, denominadas mariwo pelos yorubas.  A presença dessas franjas acima de uma porta ou de um lado ao outro, na entrada de um caminho, basta por sua presença, para evocar e afastar as más influências

Azihi (aziri) - Vodum das águas doces que muito se assemelha ao Orixa Oxum. Deusa do amor e da riqueza. Desempenha um papel essencial dentro da familia e da sociedade humana. Essa Vodum é muito confundida com a Vodum Azihi-Tobosi (aziri-tobossi) que habita o alto mar e é a protetora de todas as  embarcações que navegam no oceano. Carrega uma espada e um ezuzu.  Com o ezuzu ela cega os inimigos e monstros que tentam assaltar as embarcações, com a espada ela os mata. 

Azuzu - Comida do vodun agué. milho torrado e muido misturado com azeite de dende.

Arrunsó - Cargo similar a Yá ojuboãn do iorubá, dado a uma vodunsí de aziri kaiá

Bejereçu (bêjêrêçú) Cerimônia de sacriofícios de animais.

Bese (bêssê) – Rã, cobra d’água.

Beze (bêzê)  -  Sapos.

Bisalo (bi-saló) – Louvação ao Vodum Zakar, cuja resposta é “Lo (ló)”.

Bonum (bônum) -  cala a boca!

Bodo (bôdô) - Balançar

Bogami (bôgamim) - Menstruação

Bogan (bôgan)  - “Primeiro a chover”. - para o mês de abril.

Che (tchê) - Meu, minha.

Cawolò: tornozeleira, um círculo de metal com um sino usado no tornozelo

Counum (counum) - Rir

Da (dâ) - Cabelo

(da) - Fazer

Da Gu Da (dá Gu dá) - Expressão usada para dizer: Gu tomará minhas dores, Que Gu tome conta de você, Gu fará justiça.

Dagã - Similar a yá morô do iorubá

Dè'tin (dêtim) – Dendezeiro. 

anve (danvê) - Floresta sagrada de Dan que fica localizada em Adja.

Daomeano (daômêano) – Pessoa nascida em Dahomey, escreve-se também dahomeano ou daometanos.

Dapanum (dâpânum) - Tesoura

Dawe (dauê) - Casar, casamento

Draka (dracá) - Pequena ferramenta de Dan

Dolozan - o mesmo que xirê dos yourubas

Eche (êtchê) - Pássaros

Eicizen (êicizêm) - Formiga

ezim - água

ezim jeçuçu- água doce

ezim jevivi- água salgada

Elem si (êlênsi)  -  Ovelha

Ezim pere miname (êzim pêlê mina-mê) – Dê-me água.

Ezimbra (êzimblâ) -  Sedê

Ezinkirikan (ezinquiricam)  -  Café (diluido em água).

Ezuzu (ezuzu) - Leque, abano, espelho (abébé)

Fon (fom) – Acordar.

Fongbe (fonbê) - Nome da língua falada pelo grupo étnico Fon, que habita o Benin.

Gahuto (gárrutó)  - Rio do Dahomey.

Gaimpe (gaimpé)  -  Terceiro sacerdote (ogam). Acompanha a mãe/pai de santo em todos os fundamentos de uma ahama.

Ga-ju (gádjú) - Ser mais alto (Gá = ser alto + Jú = exceder)

Gùzángbè terça-feira, o dia dedicado ao vodun gú. É proibido nesse dia, construir ou cultivar a terra com uma ferramenta de ferro.

Humcuhò (runcúrrô)  -  Sonhei

Humcutiu (runcútiú) - Estou sujo

Humdeme (rundêmê) - Quarto sagrado onde os iniciados ficam reclusos para iniciação em Voduns. Local onde somente pessoas iniciadas no culto podem ter acesso, mesmo assim, com autorização do Vodum chefe da casa ou sua sacerdotisa.

Hun tin (runtim) - Árvore paineira

Hundeva (rundêvá) -  Sacerdote responsavel pelas cerimonias de nahunos.

Hunjɔ: aquele que é nascido pelo poder do vodu.

Hundopè (rundôpé) - Cercado de plantas, canteiro

Hunfunfom (runfunfom) - Cerimônia de ressurreição aplicada nas iniciações de um noviço de Vodum

Hun-Kpame (rum-opamê) – Ou Vodum Kpame – Templo de Vodum no Benin, mas conhecido como conventos. São considerados a “escola da vida”.  Os iniciados são aceitos nesses conventos e ficam o tempo que se fizer necessário para a sua iniciação e aprendizagem.  Esses templos são muito grande e abrigam uma comunidade de sacerdotes, sacerdotisas e iniciados. Na epoca dos reis conquistadores de Dahomey era o nome dado a fotaleza militar que circundava a casa real e a vila onde estava localizado o palácio. No Brasil é usado para designar casas de santo estabelecidas em grandes terras como sítios e fazendas onde a vegetação é abundante.

Iri(irí)  -  Luz, ver.

Isangrena (isam-glênâ) - Nome de uma das bruxas cultuadas pelo povo Fon

Iton (itom)  –  Fonte, ptocedência.

Iujâhi (lujârri) - Sente-se

Iwa (iuá)  -  Ajoelhar.

Iwo (iuô)  -  Tu

Iyun (iium)  –  Coral

Izo (izô) - Fogo

Kaya-kaya(caiá caiá) -  Folhagem, cerimônia da cultura Mahi.

Koklo (côclô)  -  Frango

Koklo'si (côclôsi) - Galinha

Kôkôlo (côcôlô)  -  Galinha.

Kanlingán: Rei dos animais.

Kɛsɛzán: penas da cauda do papagaio. O mesmo que ekodidé.

Kôkôlosu (côcôlôssu)  -  Galo.

Klamklam  (clanclam)  -  Borboleta

Lisagwín: Caracol dedicado a Lissa.

Mai a Vodu (maia vodum) – Meu Vodum –  “Aho bo boy mai a Vodum”.

Mitohoho (mi-tó-róró) - Banheiro

Moli (môli) - Aros, argolas

Molikun  (môlicum) - Arroz

Muluku (mulúkú)  – Comida feita com feijão fradinho temperado  oferecida a vários Voduns. No Brasil é conhecida pelo nome omôlocum.

Nae Ohualin (naê ôrualim) - Vodum feminina das águas oceânicas muito confundida como uma “qualidade” de Yewa, por fazer morada no encontro do oceano com o horizonte.

Nhivu (nrrivu)  -  Bezerros

Niberú (nibêrû) - Temer, ter medo ( Ni = ter + Berú = medo)

Numasim (numassim) - Beber água

Numblá sumi (numbla-sumi) - Tenho sede

Ogudá (ôgudâ) - Obeogundá

Ôtôkwê (ôtôqüê) -  Orelha

Onokum (ônôcum) - Olhos

Otan (ôtam) - Lago

Papache (papatchê)  -  Pato.

Sahapocã (sarapocam) - Cerimônia restrita a família de santo e a família genetica de um iniciado, realizada no sétimo dia após o recolimento da ahama de vodunsis 

Sakpata (sapakta) -  Deus da terra e da variola

Sakpatave  (sapatávê) –  Floresta sagrada de Sakpata, localizada em Adja.

Sa (sá)  -  Ossá

Sagebe (sagêbé)  - Um dos rituais de iniciação. 

Sagaman (ságámâm)  -  Camaleão mensageiro de Lisa.

so  (sô) - Troveja

Sokpεntín: Árvore do trovão (spurge látex). Árvore do vodun Heviosso.

Setatohoun (sêtatôrrom) - O trovão 

tèvi (tévi) - Inhame novo, broto de inhame

Thaken (traquêm) - Ferramenta pequena que Dan tras nas mãos. Também conhecida como drakar

Titê (titê) - Levante-se

Unto (untô) -  Calem a boca, podem parar, terminou (aviso para terminar um cantigo)

Vodum Fá (vodum fá) - Deus do Destino

Vodum Nadegi! (Vodum nadegi) - Muito obrigada! 

Vodungbe (vodumbê) – Língua do Vodum (dialeto)

Vodunsi (v

Rating: 2.9/5 (100 votos)



ONLINE
1





Partilhe este Site...




Total de visitas: 14504